Esse louco amor

Publicado: 12 novembro, 2008 em pensamentos
Tags:, , , ,

Bem muitas coisas tem mudado constantemente dentro e fora de mim, conceitos, pre-conceitos, sentimentos, objetivos, enfim, como disse muita coisa. Mas tem uma coisa que não consigo deixar de lado: observar as pessoas e suas  historias, com seus sentimentos e cores hora foscas, hora exuberantes.

Hoje vou me inspirar em um amigo meu, que em determinada época da minha vida já teve um lugar mais especial em minha alma, mas que hj fica em meu coração num cantinho guardado para os amigos que quero muito bem e desejo aquele velho “tudo de bom”. Enfim, ele teve a sorte de conheçer o amor. Da forma mais louca, insana, humana, apaixonada, tresloucada. Sabe aquele tipo de amor, de querer, que te vira a cabeça e faz tudo virar de pernas pro ar. Você quer se livrar dele, quer mandar tudo a merda, quer esqueçer, odiar… mas só consegue amar mais….

Isso tudo pode parecer doido demais pra quem vê de fora, mas eu reparo nos olhares, nos toques, risos e sorrisos, suspiros roubados…. e eu não consigo deixar de achar lindo e incrivel, como algumas pessoas conseguem manter essa paixão louca, a possessão, a insanidade do amor por anos e anos e anos, e não perdem o querer intenso, mesmo com a guerra e paz do dia-a-dia monótono. Esse amigo, teve a cota dele de “amor da minha vida daqui até a eternidade” e viveu assim por mais de 10 anos, e ainda traz no peito todo esse furacão, pela mesma mulher, que não é mais a mesma (assim como ele também não é mais o mesmo homem). Hoje eles ainda tem a loucura e todo o sentimento, mas acham, acreditam que diante de tanta mágoa e tantos ressentimentos não há mais o que ser feito. Não me interessa aqui saber se no final eles vão estar juntos e viver felizes (quase sempre felizes) para sempre ou se já chegaram ao ponto de desistir do “nós” (tema que já falei em um texto anterior), só quero mesmo guardar na lembrança esse contato que tive com o amor em sua forma bruta e animal, que vai muito além do racional, que faz cometer loucuras quando estão juntos e deixa faltando um pedaço quando se vão. Que é cheio de negação mas que os olhos não deixam esconder a felicidade e satisfação de estar junto, pertinho, sentindo o cheiro um do outro, matando a sudade que já estava quase matando a eles……………………. mas que se perto demais também é capaz de matar de verdade.

Não sei se vou, nem sei se quero, encontrar um amor assim. Não tenho a pretenção de achar que vou ter meu final feliz algum dia, mas pelo menos posso observar. E achar as cores desses amores tão fortes e intensas como um morango cheio de vida e sabor.

“O maior conquistador não é aquele que conquista varias mulheres e sim aquele que conquista varias vezes a mesma mulher”.

Então esse aqui foi pra vcs dois, que sempre acabam se reconquistando milhões de vezes, de milhões de diferentes formas, sempre reinventando o amor e ódio que carreguam no peito!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s