Seja brega. Ame!

Publicado: 9 fevereiro, 2009 em pensamentos
Tags:, , , , , ,

O Amor é brega. Não adianta discutir. É brega e ponto final.

Nossa como isso é verdade. Quando nos apaixonamos ficamos tão abobados, estupefatos, entrelaçados, envolvidos, que os poucos vamos perdendo um pouco a noção das coisas. Não que a gente chegue ao limite do ridículo, não é isso (se bem que algumas pessoas os fazem). São os detalhes. É uma música que antes parecia sem sentido e chata e que de repente se encaixa perfeitamente na tua historia de amor. São os nomes que a gente inventa no pé do ouvido, o chuchu, docinho, benzinho, mozinho, ursinho… Fadinha, totosa, rainha, princesa, flor, jóia, fofucha… e por ai vai, tudo depende só da imaginação.

Ainda soma-se a isso aquelas vozes que só fazemos em 3 ocasiões na vida: quando vemos um bichinho fofo, quando encontramos um neném fofo, ou quando estamos falando com dito namorado (a) fofo (a) (e que na maioria das vezes só a gente mesmo para pensar que ele (a) é fofo(a) viu!). Imagine na sua cabeça a cena com aquela vozinha irritante: Oh meu deuso, é muito fofo esse meu amor lindu que eu amu dimaixxx!

Vai dizer que isso não é irritante? E vai dizer que isso não é brega?

Mas vamos lá, a lista não acaba aqui. Além de apelidos e da voz fina, infantilizada e chata ainda temos:

  • apelidos para as partes intimas (muitas vezes nomes carinhosos, e outras vezes o diminutivo do próprio nome. Ex: rafaelzinho, carlinha, joãzinho, nandinha. kkkkkkkkkkk essa é boa viu).
  • Enfeitar o caderno, a apostila, a carteira da sala de aula, a porta do banheiro da escola ou faculdade, enfim qualquer lugar “riscável” com o seu nome + o nome do amado (a) + corações flechados (alguns ainda somam também frases do tipo “love forever”).
  • Fazer poemas e cartas de amor perfumadas, cheias de sentimentalidades, de esperanças e juras de amor eterno.
  • No orkut: colocar a foto dos dois no lugar que era pra por a tua foto! E no local da tua frase colocar uma que sintetiza todo aquele imenso sentimento sem fim (algo do tipo: Meu amor é especial, ou ainda, Amo meu namorado). Ainda no quesito orkut temos a tal invasão, que é quando o ser amado adentra na sua conta e escreve no seu profile coisas que fluem do âmago do seu ser, mais uma vez demonstrando todo aquele imensurável amor (e é claro, demarcando território também)
  • Como o tópico acima cita algo relativo a internet vamos então ao bom e velho msn. Não precisa nem falar né. As frases são as mais batidas possíveis, mas sempre cheias de amor pra dar: Mô te amo! To com saudade! Volta logo! Meu namorado é especial! Amo muito minha namorada! Mais um mês de muito amor e felicidade… e assim vai a lista.
  • Passeios (ou não) e fotos. Olha você pode estar na parada de ônibus, tudo é tão lindo quando você está perto da “luz dos seus olhos” que você tem que tirar uma fotinha pra guardar pra sempre aquele momento! Ta todo mundo lá na parada com vocês, morrendo de cansados, com fome, sono, depois de um dia estressante de trabalho e tal, e os 2 pombinhos lá fazendo caras e bocas pra saírem lindos e apaixonadíssimos nas fotos! Esfregando irritantemente na cara de todos tamanha felicidade!
  • Celular. Esse é crucial. O toque que você elege para ser o toque da sua alma gêmea. Aquela musica que quando você ouve já sabe que é ele (a) te ligando e corre pra atender. Aquela musiquinha que ninguém mais agüenta ouvir no seu trabalho, nem seus amigos, nem sua família, mas você não se cansa nunca, e às vezes ainda deixa o celular tocar um pouquinho mais só pra ouvir mais um pedacinho da musica de vocês.
  • Outro ponto importante que se relaciona com o anterior: o falar no telefone. Depois de muita conversa e de 30 minutos repetindo, cada um de um lado, que está com saudades chega a hora de desligar. Ai seguem-se os minutos da despedida com celebres frases de amor finalizando com o seguinte diálogo:

– Tchau amor! Tchau chuchu.  

– Tchau amor! Tchau meu beim.

– Te amo!

– Também te amo!

– Eu amo mais…

– Não, eu que amo mais…

– Não, sou eu!

– Ta bom amor, então tchau!

– rs, ta tchau!

– Tchau

– Desliga amor.

– Não amor, desliga primeiro

– Ooo amor, tu primeiro

– Vai amor, desliga

– Ta, vou desligar tá… te amo

– Também te amo…

– Beijos

– Beijos. To com saudade!

– Eu também ….

E aí começa tudo de novo! Com algumas poucas variações.  É, não é mole não desligar o telefone!!!

 

…. e assim as companhias telefônicas vão ficando ricas.

 

Entre essas e muitas outras breguices e outras tantas cafonices alguém aqui quer me dizer que o amor não é brega?!!!!

Faça-me o favor né.

E por último, mas não menos importante que todo o resto, eu deixo bem claro que é brega sim, mas que é bom demais, é gostoso, é maravilhoso. Eu adoro, faço questão de ser brega. Por isso meu povo sejamos brega, vamos amar!

 

 

Ah o amor...!

Ah o amor...!

 

 

Anúncios
comentários
  1. Fazer o quê ? É brega mais é bom…
    Mas eu sou suspeita para falar. Estou mais para os não correspondidos. Mais comedidos, porém, ainda assim bregas.

  2. Daniella disse:

    É isso aí!!!! SOU BREGA COM ORGULHO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Brega, brega, brega! Concordei com cada ponto e cada vírgula!!!!
    hehehehe

    (No blog de Francês tu comentou no lugar certo sim ;))

    Bjsssssssssssss

  3. André disse:

    Como era bom… no início era tudo bom… rsrsrs

    mas passouuuuuu…. rsrs

    bjs

  4. FOX disse:

    PASSOU DA EPOCA QUE AMOR E VERDADEIRO HOJE E APENAS NEGOCIO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s