Publicado: 16 agosto, 2010 em pensamentos

São tantas coisa para escrever que nem sei por onde começar… se pelo começo, fim ou meio.

“O passado pode doer, mas do modo que eu vejo a gente pode fugir dele, ou aprender com ele”

(não me pergunte o porque dessa frase, apenas lembrei, e gosto bastante dela)

Hoje não tem nada de concreto para colocar no papel blog. Tenho varios e diversos pensamentos, pequenos indícios de ideias estão surgindo, mas ainda não é o momento de dar-lhes vida, not yet. Ainda precisam de mais um tempinho, pra que eu mesma possa digeri-las da forma que deve ser.

Mas certamente há muito a ser dito/escrito. Pena que ainda nao há um aparelho que salve ao longo do dia todas as suas ótimas, maravilhosas e esplêndidas ideias para posts! Seria tão mais prático! Pois veja só, no meu caso, por exemplo, as palavras me vem nos momentos menos apropriados e mais inesperados, ao invés dessas travessas apareceram em horas e locais como o de agora, que estou na frente do note. Ficam me pregando peças, essas danadas!

Anyway, aos poucos vão vir, pois realmente já faz um bom tempo que não dou as caras por aqui, e meio que tenho que me readaptar. Mas vai ser fácil, eu sei, porque me conheço bem, depois que eu começar, vai vir tudo do jeitinho que eu quero.

Por hoje vai ser só isso, não que eu não tenha o que dizer agora. Eu só não quero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s