Publicado: 23 junho, 2011 em pensamentos

Um quase nada.

Sem sexo.

Sem lingua.

O toque.

O cheiro.

Momento.

Lembrança.

Partida.

 

Eu nem sei mais se escrevo pra mim, de mim, de ti ou dele…….

Anúncios
comentários
  1. Al Duarte disse:

    Tá vendo? é esse tipo de inspiração que já não tenho mais… rs…
    O devir anda me arrastando pra estados tão obscuros e baixos…e, sei lá o que diabo é isso de sentir doente de paixão e saudade! Tudo é mais grosseiro e mais mortífero…e talvez…talvez…perversamente alegre!
    Talvez por isso eu pense em merda…rs…

    beijos, thay!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s