So let it go.

Publicado: 24 fevereiro, 2012 em pensamentos
Tags:,

Era hora de deixar ir.

O momento era de um adeus silencioso. Um adeus não pra ele, mas pra sí mesma e pra tudo o que havia sonhado enquanto o beijava de olhos fechados. Essa seria sua sentença, sofrer seu adeus silêncioso e aprender, novamente, a não fechar seus olhos pra qualquer um.

Então depois muitas virgulas, reticências e interrogações toda aquela via crucis que foi estar com ele, chega ao seu ponto.

Final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s