Publicado: 14 agosto, 2012 em pensamentos
Tags:

Crueldade sua.

Você, que carrega a graça no nome, às vezes me deixa sem graça.

Me deixe. Não me deixe. Já nem sei mais.

Crueldade minha. Certamente essas pitadas de masoquismo, de alguma forma, me saciam.

Anúncios
comentários
  1. Neo disse:

    Que delícia tua visita… bom demais..
    E que delícia também este texto… embora bem pessoal, diz tanto…
    Beijo do Neo

  2. Neo disse:

    Vibe sensível? Então estamos todos à flor da pele…
    Porque tem dor que dói mais do que parece possível suportar… e a lágrima é o único refúgio que te permite respirar pra prosseguir…
    Bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s