Posts com Tag ‘pensamentos’

Publicado: 3 março, 2010 em pensamentos
Tags:

Tem dia que eu acordo e o mundo me chama.

Eu sou capaz de escutar o vento soprando meu nome dolorosamente… um triste lamento como um uivo pra lua.

O mundo todo lá fora, e eu, aqui.

Tem dia que me sinto como um bicho preso, sufocada, abafada, de um lado pra outro numa jaula que parece pequena demais pra mim.

Mas esses são os dias sem cores. Não são sempre, mas ainda aparecem vez por outra, só pra me lembrar que estão por ali, rondando, sondando na surdina. Aparecem para que eu não esqueça por completo que eles existem e que deles também vivo.

Anúncios

Publicado: 27 fevereiro, 2010 em Músicas, Me Inspiram, pensamentos
Tags:

“Saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu”

Publicado: 27 fevereiro, 2010 em pensamentos
Tags:,

Um dia aki em Porto, eu ia no onibus e vi um senhor bem velhinho passeando com seu cão. O sinal estava vermelho e eu pude observar o par de amigos por um instante. O velho parou, o cão sentou ao seu lado e enquanto os dois olhavam juntos para o nada o velho ia conversando com cachorro…era uma conversa calma, meio displicente, provavelmente sobre algum assunto corriqueiro… enfim, eu não sei sobre o que eles falavam, mas eu vi nakele momento que não é dinheiro, ou trabalho ou qlq bem material que interessa, porque no final de tudo só o que importa são as verdadeiras amizades e amores… isso é o que fica, é o que faz valer a pena!

Publicado: 21 fevereiro, 2010 em pensamentos
Tags:

Uns indo, outros vindo. A vida é bem assim mesmo.

Publicado: 2 fevereiro, 2010 em pensamentos
Tags:

Ter coração é tão simples, as pessoas é que sempre acabam complicando.

Publicado: 10 dezembro, 2009 em pensamentos
Tags:

Publicado: 10 dezembro, 2009 em Minhas Cores
Tags:

Onde mora a fidelidade? Nos lábios, ou no coração?

Publicado: 4 dezembro, 2009 em pensamentos
Tags:,

São poucas coisas, quase nada na verdade, que predem prendem minha atenção por muito tempo.

‘**

Publicado: 8 setembro, 2009 em pensamentos
Tags:,

Acordou mas não abriu os olhos.

Sentiu-se subtamente absurdamente cansada de tudo.

De todos.

E desejou novamente estar bem longe dali.

C o n f u s a ~ o

Publicado: 31 julho, 2009 em pensamentos
Tags:

Depois de tanto tempo de jejum lá vem… e vem vindo sem muito limite, sem muito pensar. Vai sair do jeito que vier…

Eu sei que deveria estar alegre, satisfeita e saltitante. Eu consegui o que queria, mas agora lembro da musica do Raul, “foi tão facil conseguir e agora eu me pergunto e daí?” … então, se era o que eu queria por que diabos nao estou me sentindo completa e realizada?! Bem, eu mesmo posso responder essa pergunta. Porque eu sou EU! Sempre assim, confusa, confusa, confusa. Alguém sempre me diz “olha o foco”…. mas eu sempre olho pra onde os vaga-lumes estão piscando. Eles sempre tiram minha atenção. Eu quero sempre ir em direção do que me da felicidade imediata… droga, por que que a gente (eu) é assim?…

Agora algo que eu queria tanto, pareço nao querer tanto assim.  Mas ainda sei que dentro de mim tenho a certeza que depois vou voltar a querer novamente. Não sei se do mesmo jeito, com a mesma intensidade, mas vou.

Meu tema então termina sendo a confusão!

Ah bruta flor do querer. Onde eu quero nem mesmo sou o que quero… por que o que quero é sempre aflito, poético, impossível.

Mas como sempre, continuo sentindo tudo até o fim, as lágrimas vão cair todas, até a última gota… esperando o momento de começar tudo outra vez.